conheça nossos

Conteúdos

As regras estão aí para serem questionadas e quebradas!

Foto de inovação
Calma, meu intuito com este texto não é instigar desordens ou qualquer outro tipo de ação semelhante, a ideia é colocar em pauta uma reflexão do porquê muitas regras arcaicas, ineficientes e problemáticas ainda estão operantes em nossa sociedade, sejam elas no âmbito familiar, empresarial, escolar entre outros.

Amitai Etzioni, um dos pensadores mais expoentes da Escola Estruturalista das Teorias da Administração já comentava na década de 50 que o homem é um ser organizacional, ou seja, que opera diversos papéis na sociedade e um dos seus desafios é melhorar a forma organizacional dos negócios, assim estruturando maneiras eficientes de crescimento, seja na família, na empresa na escola etc.

Puxando esse assunto teórico da evolução das organizações, Max Weber com a Escola Burocrática quis defender uma sociedade baseada em leis e regras rígidas de controle, que visasse ter racionalidade, impessoalidade e profissionalismo como pilares fundamentais de uma organização, logicamente no desdobrar de sua teoria a burocracia tomou um rumo diferente e acabou com o que percebemos hoje – ineficiência. (Deixo claro que não é de todo ruim, precisamos de leis, regras e condutas, mas em doses corretas).

Neste contexto sempre comento com meus alunos que o grande desafio da gestão moderna é descobrir formas de desburocratizar os negócios, as relações, a rotina e assim melhorar eficiência, comunicação, contato etc.

Já é perceptível grandes avanços neste sentido, principalmente com o advento das startups, que tem como base principal um novo modelo de negócio, buscando apresentar e oferecer à sociedade soluções diferenciadas para problemas que são de todos, ou seja, conecta as pessoas e suas necessidades à estas soluções inovadoras.

Partilho com vocês um exemplo pessoal do que estou comentando neste pequeno texto: A última vez que renovei minha carteira de habilitação (5 anos atrás) me lembro que foi uma burocracia enorme, idas e vindas no Detran, exames, nova prova e ainda a longa espera para a emissão do documento. Recentemente tive que renovar novamente, logo pensei, “xiii” lá vem toda aquela burocracia, mas pra minha surpresa aquelas regras antigas, arcaicas e ineficientes acabaram e em menos de 5 minutos resolvi tudo pela internet, agendei exame em clínica privada e minha carteira foi expedida para entrega em até 10 dias corridos. Confesso que fiquei surpreso positivamente, principalmente por ser um serviço público.

Aposto que 5 anos atrás tinham pessoas que teriam a capacidade de ainda piorar um pouco essas regras, ainda haviam aqueles que afirmavam estar bom assim mesmo, mas ao contrário tivemos profissionais que quebraram as regras, ousaram, inovaram e nos deram tal eficiência, consequentemente menos burocracia.

Esses dias conversando com um amigo empresário ele dizia: Jean, como é difícil encontrar um profissional que me confronte, que não aceite de cabeça baixa a minha ideia e queira debater comigo e me apresentar uma nova forma de fazer as coisas! Fiquei pensando naquilo que ele me disse e realmente cheguei a constatação de que muitas vezes nós nos acostumamos a simplesmente seguir a “manada” e não temos a coragem de quebrar as regras para encurtar o caminho e melhora-lo.

Confesso que sou um profissional muito ligado à indústria, e o que me encanta muito no ambiente industrial é um termo usado comumente por muitas organizações (melhoria contínua). Este termo nada mais é do que uma provocação ao fato de não nos acomodarmos com as coisas, sempre haverá uma forma diferente e melhor de fazer, mas se você não “questionar as regras e muitas vezes quebra-las” não irá descobrir.

Pense nisso,
< Voltar
(45) 3054-7833   |   (45) 99919-8500   |   (45) 99101-5110
contato@jeanmatos.com.br