conheça nossos

Conteúdos

Artigo: Ditadura da Alta Performance!?!

Jean
Ditadura da Alta Performance!?!
 
Já percebeu quantos “gurus” apareceram nos últimos anos com fórmulas mirabolantes de se obter sucesso na vida, na carreira e nos relacionamentos??? As “fórmulas” estão prontas e basicamente seguem um padrão: acorde muito cedo, melhor se for as 5h da manhã, faça exercícios físicos, medite, planeje o dia, leia muito, desperte o gigante que há em você e..."uffa "a lista é enorme ainda!

Lógico que estes hábitos são excelentes, saudáveis e importantes, mas de longe são alguma “fórmula mágica do sucesso”, acredito sim que ajudam e muito, entretanto algumas pessoas tem se frustrado por não ter conseguido seguir a “receita” e por isto sentem-se improdutivas, sem sucesso, fadadas a manutenção de uma vida medíocre. Calma! Este texto não é uma espécie de ataque a “gurus”, muito menos para discordar de tais hábitos, o que quero defender é que nossa natureza humana nos fez diferentes e essas diferenças de perfis, gostos, horários, pensamentos, relógio biológico e atitudes é o que da graça a vida, inova e faz com que o mundo seja melhor.

Certa vez um amigo, Líder (Vice-Presidente para América Latina) de uma das maiores companhias no segmento de caminhões do mundo, a Volvo Group, Joanylton Ruthes me disse que o sucesso de uma liderança esta na diversidade do time, frisou: “eu quando recruto procuro habilidades e pensamentos diferentes dos meus e daqueles que já estão na equipe, só assim teremos avanços substanciais em inovação e criatividade”. Seguindo este raciocínio, o qual também acredito, quero conduzir essa reflexão defendendo uma máxima de autoria de Renato Russo “temos nosso próprio tempo”. Se formos buscar mais apoio podemos ir para Eclesiastes 3, 1 – 8 “Há um tempo para todas as coisas debaixo do céu”. Então lembre-se, somos diferentes, isto é ótimo e temos nosso próprio tempo.

Pois bem, voltando ao título nada convencional “Ditadura da alta performance”, eu poderia continuar a fazer relações, por exemplo a pessoas que “deram certo” profissionalmente aos 12 anos, outras aos 22, outras ainda depois dos 60, algumas com doutorado, outras sem estudo algum, novamente não me interprete mal, defendo completamente o estudo ininterrupto durante toda nossa existência, até porque sou profissional da educação, mas este também não é exclusivamente a “fórmula” do sucesso. Cuide do seu desenvolvimento, invista em você incessantemente, mas não se culpe por não fazer exatamente como os outros fazem.

Diante do exposto, especialmente neste cenário de pandemia causada pelo COVID-19, ou popular novo Coronavirus onde fomos colocados em isolamento social, não esperávamos tal situação e estamos tendo que nos reinventar como profissionais, filhos, pais, enfim cidadãos. Eu mesmo gravei vídeos, publiquei artigos onde provocava minha audiência a utilizar este momento de forma inteligente, gerindo bem o tempo, adquirindo o hábito pela leitura, se preparando para seguir adiante mais forte. Entretanto novamente cito que não temos receita pronta.

Vejo que o ideal é uma busca constante de autoconhecimento, conhecer-se adequadamente e potencializar os talentos que temos, investir naquele horário em que somos mais produtivos, aqui confesso que tentei as 5h da manhã mas não segui em frente, não me sinto derrotado, apenas produzo melhor após as 7h da manhã e está tudo certo.

Avalie e repense a “ditadura da alta performance”, dê atenção ao que lhe é importante, não se compare aos gurus, na rede social muitas coisas são “perfeitas” apenas na escrita ou na foto, avalie o que precisa ser feito e faça, não há receita pronta, você não é menos por não seguir os padrões. Temos nosso próprio tempo, mas atenção, utilize ele de forma inteligente.

O desenvolvimento humano passa pelos estudos, por hábitos saudáveis, por convivência de qualidade com aqueles que amamos, espiritualidade, tempo individual para o que gostamos e sobretudo equilíbrio.

Pense nisso, a vida é trem bala!

Forte abraço,
< Voltar
(45) 3054-7833   |   (45) 99919-8500   |   (45) 99101-5110
contato@jeanmatos.com.br